Agenda

Cineclube Recife Resiste!

Hoje, no CAC, exibição de alguns vídeos sobre as recentes manifestações contra o Estado fascista e por um transporte coletivo  mais Junto, o recente documentário “A caminho da Copa”, que questiona a expulsão de diversas comunidades de seus locais de moradia para a realização das obras da Copa do Mundo Vamo esquentando o

Rádio

PROGRAMA DE RÁDIO RECIFE RESISTE!

Programa de rádio do recise resiste na Rádio LAMA FM – Por uma comunição livre e popular! O programa vai ao ar nas quarta-feiras às 18:00, com reprise nas sextas ao meio Nesse programa o recife resiste bate um papo sobre o papel da educação e as recentes greves dos professores em todo

ZINES

Zine – Que as ideias voltem a ser perigosas

Retomando o zine pra dar uma instigada nesse novo momento de luta por um transporte público de qualidade! Abaixo o governo fascista de Eduardo Campos e compainha! “Este zine pretende compartilhar o que foi vivido nos protestos desse ano e também propor novas ideias para as lutas que (A exibição do Issuu está cortando

Agenda

Cineclube LECgeo: filme-debate com o tema “A Copa do Mundo...

É com grande prazer que o Cineclube LECgeo convida a todos para mais um filme-debate na Desta vez, convidamos a todos para a sessão cujo tema de exibição será “A Copa do Mundo é nossa?”, onde será exibido um grupo de filmes que denunciam os demandos e impactos das intervenções que a Copa do

Notícias

Servidores da Prefeitura do Recife realizam protesto no Centro

Servidores municipais do Recife que trabalham nas áreas de saúde e educação saem pelas ruas do Centro do Recife, no fim da manhã desta terça-feira (4), para protestar pela negociação salarial deste Os funcionários saíram da Câmara dos Vereadores, seguiram pela Rua do Hospício e entraram na Avenida Conde da Boa Vista, em direção

Protesto de motoristas e cobradores tumultua trânsito no Centro do Recife

onibus1

Integrantes da Oposição Rodoviária paralisaram suas atividades na Olymp Trade apk manhã desta sexta-feira (14) pegando muita gente que se dirigia ao trabalho de surpresa. Os motoristas e cobradores fazem uma greve de advertência, segundo eles, com horário de início e término. Um motorista que não quis se identificar, porém, afirmou à reportagem do NE10 que a categoria só irá voltar ao trabalho às 9h se as reivindicações feitas ao Ministério Público de Pernambuco (MPPE) forem atendidas.

De acordo com outro motorista, todas as linhas que compõem o Sistema Estrutural Integrado (SEI), que circulam no Centro do Recife, aderiram à paralisação. De acordo com Fernando Bandeira Filho, presidente do Sindicato Patronal, estes trabalhadores se anteciparam à reunião que vai ocorrer na próxima semana. “Parar neste horário é um absurdo, já que impede o direito de ir e vir da população. Isto é um desrespeito ao nosso cliente”.

“Estamos fazendo esse movimento porque soubemos que, mais uma vez, o Sindicato dos Rodoviários está planejando um acordo com o setor empresarial para que o reajuste salarial seja de apenas 7% e o vale-refeição suba de R$ 160 para R$ 200. Vão ensaiar uma greve e depois cederão a esses percentuais. Está tudo orquestrado, como vem acontecendo nos últimos anos. Por isso queremos mostrar que a categoria está unida e agora tem uma dissidência do sindicato. Que não estamos para brincadeira. Nossa profissão é estressante, arriscada e precisamos receber por tudo isso”, defendeu um dos colaboradores, pedindo o anonimato, em entrevista ao Jornal do Commercio.

Nas primeiras horas desta sexta-feira, a movimentação nas principais vias da capital pernambucana estavam tranquilas. A reportagem observou ônibus das empresas Cidade Alta, Caxangá, Pedrosa, Cidade Alta e São Paulo, circulando pelas avenidas Agamenon Magalhães, Rua do Príncipe, Rua da Aurora e Cais de Santa Rita. No terminal do Cais de Santa Rita, logo cedo, poucos ônibus e alguns passageiros no local, com presença de viaturas da Polícia Militar.

Pouco depois das 6h, os motoristas começaram a concentração na Rua do Sol, Avenida Guararapes e Conde da Boa Vista, chegando a estacionar https://www.iq-trading.com.br/olymp-trade-apk-download-for-android os ônibus na via exclusiva para circulação de coletivos. Muita gente teve que descer dos ônibus e seguir a pé para o trabalho. A comerciante Maria de Lourdes, 62 anos, que trabalha na Rua da Palma, no Centro do Recife, disse que ficou revoltada com a paralisação. “Já sou idosa demais para ficar andando, acho isso um absurdo”. A paralisação também acontece nos terminais integrados do Barro, Macaxeira e Tancredo Neves. A expectativa é que cerca de 2 milhões de passageiros sejam prejudicados.

onibus2

Pelas redes sociais do NE10, muita gente comenta sobre a paralisação. “Um parcial que se torna total ja que fechou-se o cruzamento perto do Shopping Boa Vista, nem vai, nem vem”, disse a internauta Beatriz Pessoa. “Sou a favor de protesto NÃO de vandalismo”, reforçou Maria Lopes Nogueira. “o ideal seria nenhum passageiro pagar passagem, pois iriam doer no bolso dos empresários, donos de ônibus”, destacou Cristiane Etna, pelo Facebook do Ne10. “Eu apoio a categoria. Eles tiveram uma boa ideia de parar em protesto, e para aqueles que estão dando entrevista que foi pego de supresa, já faz uma semana que se comenta de uma possivel greve e outra esta pessoa não usa ônibus e nem ler jornal e nem assiste os noticiarios”, comenta Paula Thorpe.

Os integrantes da Oposição Rodoviária querem um percentual de reajuste igual ao aumento da cesta básica, de 33%, e que o vale-refeição suba para R$ 300. Assim, o salário do motorista passaria de R$ 1.500 para R$ 2 mil e o do Olymp Trade apk download para android cobrador de R$ 690 para R$ 1.200. Segundo Patrício Magalhães, presidente do Sindicato dos Rodoviários, uma reunião entre o Sindicato e o grupo de oposição já está marcada para a próxima terça-feira (18) para que o impasse seja resolvido.

Mídia Corporativa: Ne10

Moradores retomam protesto e param o trânsito na BR-101

Após o protesto realizado na manhã da quinta-feira (13), moradores de Pontezinha, no Cabo de Santo Agostinho, retomaram a manifestação e fecharam novamente a BR-101, no KM 82, nas imediações da Coca-cola. Os manifestantes desejam melhorias na rodovia que encontra-se cheia de buracos e alagamentos.

De acordo com informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF-PE), os manifestantes atearam fogo em pneus, bloqueando a via para quem seguia em direção ao Recife. Segundo os seguidores do JC Trânsito, o trânsito está completamente parado e as retenções chegam até escada.

Por volta das 17h39, uma equipe do Corpo de Bombeiros aparagam o fogo e a via foi liberada. O trânsito ainda é bem complicado na via, por conta da grande quantidade de buracos.

Mídia Corporativa: Ne10

Após 8 dias, acaba a greve da rede particular de ensino

Depois de oito dias com as atividades suspensas, os alunos da rede particular de ensino voltarão às aulas nesta quinta-feira (12). Em assembleia realizada na tarde desta quarta-feira (12), os diretores de escolas particulares também decidiram aceitar a proposta de reajuste salarial para os professores da rede particular de ensino feita pelo Ministério do Trabalho. Os professores já haviam aceitado a proposta do MT, depois da assembleia realizada pela categoria na manhã de hoje.

A proposta de reajuste apresenta pelo Ministério do Trabalho foi de 12% para os professores do nível 1 e de 9% para os de nível 2. Já os docentes que já ganham acima do piso receberiam um reajuste de 8,22%.

A greve teve início no último dia 5 de junho e deixou cerca de 500 mil alunos sem aulas no Estado. Os empresários vinculados ao Sindicato dos Estabelecimentos de Ensino de Pernambuco (Sinepe-PE) e os professores do Sindicato dos Professores em Pernambuco (Sinpro) não chegaram a um acordo durante as negociações e o Ministério do Trabalho (MT) teve que interceder. O órgão federal apresentou uma proposta em reunião na sede do MT nessa terça-feira (11).

NEGOCIAÇÃO - Inicialmente, os professores da rede particular reivindicaram unificação do piso salarial em R$ 12 por hora-aula (os professores do ensino fundamental 1 recebem R$ 6 e os do ensino fundamental 2 e médio, R$ 7,04), reajuste salarial em 10%, vale-alimentação para professores que trabalham na mesma escola durante dois turnos, bônus de 30% em ano de Bienal do Livro em Pernambuco para compra de exemplares, assinatura de jornais e revistas nas salas dos professores e convênios e planos de saúde. O Sinepe apresentou uma proposta de 7,22%, com índice calculado segundo o INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor).

Mídia Corporativa: Ne 10

Manifestantes fecham BR-101 em Palmares

Trabalhadores da Usina Pumaty realizaram na manhã desta terça-feira (12) uma manifestação na BR-101, na altura do km 180, em Palmares, Zona da Mata Sul. Os manifestantes que trabalham na usina de açúcar e álcool fecharam os dois sentidos da via, interditando a rodovia.

Segundo a  Polícia Rodoviária federal (PRF), havia cerca de 60 trabalhadores no local. Eles estariam sem receber salário há três meses e reivindicam o pagamento por parte da empresa. Houve queima de pneus e o protesto foi encerrado há cerca de meia hora.

 

Mídia Corporativa: Jornal do Commercio

Funcionários de secretaria do Recife paralisam atividades

Mais de 400 servidores da Secretaria de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos (SDSDH) e do Instituto de Assistência Social e Cidadania (IASC) da Prefeitura do Recife deflagraram greve nessa segunda-feira (10). O grupo atua nos programas de assistência social da PCR e reinvidicam equiparação salarial com outros servidores que exercem as mesmas funções, além de melhor condição de trabalho.

De acordo com a assistente social e membro da comissão de greve Paula Moraes, há 15 dias a categoria estava procurando a gestão municipal para uma negociação. “Desde 2007 estamos lutando pela equiparação salarial entre servidores que exercem a mesma função que a nossa, mas ganham muito mais. Além disso, queremos um plano de cargos e carreira. Chegamos ao nosso limite, tentamos negociar, mas não tivemos êxito”, disse.

Os servidores da SDSDH e do Iasc trabalham em 12 Centros de Referência de Assistência Social (CRAS), 2 Centros de População de Rua (Centro POP), 4 Casas de Acolhida para Crianças e Adolescentes, e 4 Casas de Longa Permanência (duas para adultos e duas para idosos). Além disso, os servidores atuam com abodagem social de rua.

“Exercemos nossa profissão com péssimas condições de trabalho. Há lugares onde não há água e nem banheiro e ainda existem ações que são finalizadas por falta de profissionais. Isso motiva até o deslocamento voluntário de servidores. Não é porque trabalhamos com a população carente que temos que ganhar pouco. Essa gestão é mais truculenta do que as anteriores, nem sequer negociaram direito com a categoria. O que ofereceram foi uma proposta indecente de apenas 1,5% de aumento a cada quatro anos”, explica.

Entre os servidores dos órgãos estão educadores sociais, administrativos, assistentes sociais, pedagogos, terapeutas ocupacionais e psicólogos. Durante toda esta semana os profissionais irão realizar ações para sensibilizar a gestão municipal. Uma nova assembleia está marcada para a próxima sexta-feira (14), às 9h, na sede do Sindicato dos Servidores e Empregados Públicos Municipais da Administração Direta e Indireta da Prefeitura do Recife (Sindsepre), no Centro do Recife.

 

Mídia Corporativa: Jornal do Commercio

Página 1123456